Abrace esta causa, torne-se Sócio, participe!

20/01/1973 - Movimentos de Libertação

O líder do PAIGC, Amílcar Cabral, é assassinado em Conackry, num atentado levado a cabo por guineenses dissidentes do PAIGC. O governo português atribuiu a responsabilidade desta acção ao Presidente da Guiné-Conackry, Sekou Touré, enquanto que para o PAIGC se tratou de uma acção concebida pela PIDE/DGS ou pelo governador da Guiné, António de Spínola.

Close Menu