Audio-Curso

História Contemporânea de Portugal

A A25A converteu em áudio o seu curso de História Contemporânea de Portugal (disponível no site da A25A em vídeo), em versão adaptada às plataformas WhatsApp e Telegram.

Se os principais interessados poderão ser professores e alunos, não duvidamos de que haverá muitos outros cidadãos interessados.

Para poder seguir os módulos do curso, que terá publicações diárias, deverá registar-se nas plataformas WhatsApp ou Telegram, segundo instruções mais abaixo.

Desfrute das várias aulas onde quer que esteja, através da utilização do seu equipamento móvel, de preferência com recurso a auscultadores, para maior qualidade de recepção.

O curso é gratuito e contamos poder iniciar o mesmo dentro de um prazo relativamente curto, assim que o número de inscritos atinja um valor razoável.

Inscreva-se e divulgue! Esperamos por si!

Saudações de Abril.

Inscrições – Instruções

No telemóvel, carregue na imagem para WhatsApp ou para Telegram ou leia o código QR com o telemóvel. 

secretaria@a25abril.pt

MÓDULOS DO CURSO

Módulo I - Estado Novo no pós-guerra

Prof. Fernando Rosas

Após a derrota do Nazismo e do Fascismo em 1945 os sistemas Democráticos institucionalizam-se na Europa Ocidental. Uma nova ordem internacional desponta com duas novas super-potências, os EUA e a URSS. A Europa enfraquecida, parcialmente destruída, com a sua economia totalmente desorganizada, vai ser obrigada a reconhecer a independência das suas colónias na Ásia e em África. Em Portugal, Salazar e depois Marcello Caetano vão resistir aos “Ventos Mudança” recusando quer a democratização do regime, quer a descolonização dos territórios que se encontravam sob sua administração. A partir de 1961 os Movimentos de Libertação das colónias portuguesas em África iniciam uma guerra em três teatros de operações, que duraria treze anos e que acabaria por constituir a principal causa da sua queda em 25 de Abril de 1974.

(Módulo constituído por 19 áudio-aulas)

Módulo I.I - A oposição ao Estado Novo no pós-guerra

Prof. António Reis

Após o termo da II Guerra Mundial a Oposição ao regime vai passar por várias fases, em que se alternaram períodos de grande unidade e convergência na acção com outros de divergências profundas. Inesperadamente o regime acabaria por ser derrubado por um golpe organizado e conduzido por jovens oficias das Forças Armadas, numa época de unidade entre as forças oposicionistas.

(Módulo constituído por 16 áudio-aulas)

Módulo II - Guerra Colonial

Coronel Aniceto Afonso e Coronel Carlos Matos Gomes

(Capitães de Abril)

Face à recusa de Salazar e Marcello Caetano de encetarem qualquer tipo de diálogo com os Movimentos de Libertação das Colónias Portuguesas em África, Portugal vai enfrentar, a partir de 1961, uma Guerra Colonial em três frentes – Angola, Guiné e Moçambique – que se prolongaria até 25 de Abril de 1974. As Forças Armadas Portuguesas, com o prolongar de uma guerra interminável vão progressivamente dando sinais claros de esgotamento do seu pessoal e do seu armamento, enquanto os Movimentos de Libertação, ao invés, aumentavam o seu potencial e agressividade militar. A Guerra Colonial vai constituir um factor determinante na mobilização dos capitães, que em 1973 iniciaram as movimentações que culminariam no derrube do regime a 25 de Abril de 1974.

(Módulo constituído por 20 áudio-aulas)

Módulo III - A conspiração e a acção militar do 25 de Abril

Coronel Vasco Lourenço, Capitão-de-mar-e-guerra Almada Contreiras e Capitão-de-mar-e-guerra Pedro Lauret 

(Capitães de Abril)

A origem do Movimento dos Capitães, causas remotas e causas próximas. As reuniões e o processo organizativo. A componente militar e a componente política do Movimento. As acções do dia 25 de Abril.

(Módulo constituído por 36 áudio-aulas)

Módulo IV - A descolonização

General Pezarat Correia e Almirante Vítor Crespo

(Capitães de Abril)

Os processos de descolonização no pós-guerra, a nova ordem internacional, o papel das Nações Unidas, o Movimento dos Não-Alinhados e a conferência de Bandung. Os processos de descolonização em Portugal e os ciclos do Império. O processo de descolonização e transferência de poder no pós-25 de Abril. Interferências externas e contradições internas. A Lei 7/74. O processo de transferência de poder nas colónias portuguesas em África.

(Módulo constituído por 35 áudio-aulas)

Módulo V - A transição do Poder Revolucionário para o Poder Democrático (1974, 1976, 1982)

Coronel Vasco Lourenço, Almirante Martins Guerreiro e Coronel Rosado da Luz 

(Capitães de Abril)

O período pós 25 de Abril. A formação da consciência política dos militares. Os conflitos com Spínola, a crise Palma Carlos e o 28 de Setembro de 1974. Do 28 de Setembro ao 11 de Março, a unicidade sindical, a Reforma Agrária e as Nacionalizações. As eleições para a Assembleia Constituinte de 25 de Abril de 1975. O Verão quente de 1975 analisado pela óptica de cada uma das três correntes que então se confrontaram.

(Módulo constituído por 53 áudio-aulas)