Abrace esta causa, torne-se Sócio, participe!

Praça de Londres

GRUPO L 34

RELATÓRIO DE ACÇÃO

1 – SITUAÇÃO

O grupo L 34 tinha uma acção específica referente ao Movimento de 25 de Abril de 1974.

2 – MISSÃO

Numa acção conjunta de todos os elementos do grupo pretendia-se capturar o Comandante do Regimento de Cavalaria n.º 7 Exmo. Coronel António Romeiras.

3 – ARTICULAÇÃO DO GRUPO

L 34 era constituído pelos Oficiais da Academia Militar:
Capitão de Infantaria António Alves Martins; Capitão de Infantaria José António Ribeiro da Silva; Capitão de Infantaria Rui Faria de Oliveira; Capitão de Artilharia António Carlos Morais da Silva;  Tenente de Infantaria Américo José Guimarães Fernandes Henriques.

4 – MEIOS DISPONÍVEIS

3 viaturas particulares; 3 espingardas automáticas G3; 3 pistolas Walter e 3 E/R AVP. (Existia ainda material particular pertença dos elementos do grupo).

5 – EXECUÇÃO

O grupo depois de reunido na Academia Militar (Amadora) deslocou-se para casa do Capitão Morais Silva com a finalidade de ultimar pormenores e receber a ordem de operações.

Pelas 17:30 horas de 24 de Abril o grupo deslocou-se para a Praça de Londres (local da acção) onde montou o seu dispositivo.

Pelas 19:00 horas chegou o Exmo. Coronel Romeiras na sua viatura particular. O grupo fez os últimos reconhecimentos e aguardou o sinal do início da operação.

Pelas 22:55 horas foi recebido o sinal Rádio do início do Movimento.

Cerca das 04:00 horas de 25 de Abril o Exmo. Coronel Romeiras saiu de casa no seu automóvel particular e deslocou-se a alta velocidade pela Avenida de Roma seguido pelo Capitão Alves Martins e restantes elementos L 34. Como o itinerário utilizado era exactamente o único não referenciado durante os reconhecimentos e perseguições anteriormente efectuados, e ainda pela dificuldade de actuação na Avenida de Roma, o Comandante de Cavalaria 7 conseguiu despistar L 34.
Interessa referir, que cerca 05:00 horas de 25 Abril o Capitão Morais Silva entrou em contacto com o Posto de Comando (PC) que o informou do Movimento de uma força contra um dos objectivos já conquistados. Pelo trajecto seguido pelo Exmo. Coronel Romeiras ficámos com a noção de ele se dirigir a toda a velocidade para o Aeroporto. Seguimos então para a Avenida Gulbenkian onde nos juntámos.
Dividimos L 34 em duas viaturas, seguindo uma para a Academia Militar (Capitão Alves Martins, Capitão Ribeiro da Silva, Tenente Fernandes Henriques) e outra para o PC (Capitão Morais Silva, Capitão Faria de Oliveira). Os elementos que se dirigiram para a Academia Militar na Amadora depois de se certificarem que não havia qualquer alteração à situação deslocaram-se para o PC no Regimento de Engenharia 1.
Cerca das 05.30 horas de 25 de Abril, L 34 reuniu-se novamente no PC, onde os Capitães Alves Martins e Faria de Oliveira receberam ordem de regresso à Academia Militar por Imediata prioridade dessa missão, e os restantes elementos do grupo ficaram à disposição do Comando.
Cerca das 06:00 horas de 25 de Abril os Capitães Morais Silva e Ribeiro da Silva e o Tenente F. Henriques aderiram ao grupo do Exmo. Major Jaime Neves a fim de reforçarem a força da Escola Prática de Cavalaria que ocupava o Terreiro do Paço. Incluídos nesse grupo tomaram parte nas acções que aí decorreram. O Capitão Morais Silva seguiu com a coluna do Exmo. Major Jaime Neves que foi ocupar o Quartel da Penha de França, enquanto o Capitão Ribeiro da Silva e o Tenente Henriques foram com outros Oficiais em viaturas civis conduzir Oficiais capturados ao PC em Engenharia 1. Uma destas viaturas era a viatura particular do Capitão Mesquita Portugal, da Academia, que se encontrava no Terreiro do Paço. Em Engenharia 1 encontrava-se o Capitão Faria de Oliveira, que com o Tenente Henriques se juntou ao Exmo. Major Adérito Figueira a fim de Irem reforçar a Penha de França, ficando o Capitão Ribeiro da Silva à disposição do Comando.
Cerca das 02:00 horas de 25 de Abril o Exmo. Major Neves formou na Penha de França dois agrupamentos, tendo ficado naquele Quartel o Capitão Faria de Oliveira, seguindo o Capitão Morais Silva e o Tenente Henriques no agrupamento do Exmo. Major Neves para o P.C. em Engenharia 1.
Pelas 01:00 horas de 26 de Abril, estes oficiais com o Capitão Ribeiro da Silva saíram no agrupamento do Exmo. Major Neves para escoltar as entidades da Junta de Salvação Nacional até à RTP.
Depois do regresso ao P.C., este agrupamento efectuou com o Exmo. Coronel Almeida Bruno as detenções do General Comandante da Academia Militar, e do Comandante do seu Corpo de Alunos, bem como a escolta até ao Aeroporto do Exmo. Almirante Américo Tomás.
Cerca da 13:30 de 26 de Abril o agrupamento saiu com missões de escolta, tendo na noite de 26 de Abril procedido a missões na Baixa de Lisboa. Cerca da 01:00 hora de 27 de Abril os Capitães Morais Silva e Ribeiro da Silva, e o Tenente Henriques actuaram no agrupamento do Exmo. Major Neves contra as instalações da Escola Técnica da D.G.S.
Em 27 de Abril pelas 14:00 horas, os oficiais de L 34 regressaram à Academia Militar para continuarem o seu serviço normal, tendo o Capitão Faria de Oliveira ficado no Quartel da Penha de França a proceder ao arrolamento do material e documentos ali encontrados.

Quartel em Amadora, 2 de Maio de 1974.

António Carlos Morais da Silva

Capitão de Art.

Arquivos Históricos

Lugares de Abril

Curso História Contemporânea

Roteiro Didático e Pedagógico

Base Dados Históricos

Guerra Colonial

Centro de Documentação

Arquivo RTP

Cadernos 25 Abril

Filmes e Documentários

Arquivos Históricos

© 2018 – Associação 25 de Abril

Close Menu